IV Jornadas Pedagógicas Vila Franca de Xira BiblioXira:Rede de Saberes 
Inserir subtítulo aqui

Miguel Horta

Miguel Horta é um Pintor que se dedica à partilha e comunicação com o Outro, daí que a sua intervenção se estenda à mediação cultural, promovendo o diálogo e a descoberta interior. Eixo fundamental da sua intervenção é a criação de oficinas pedagógicas em museus e bibliotecas a par de intervenções urbanas em diferentes contextos. Desenvolve o seu trabalho com o Centro de Arte Moderna e programa Descobrir (FCG), a Rede Pública de Leitura, a Rede de Bibliotecas Escolares, agrupamentos de escolas de Sintra (NEE); colabora com a Associação Cultural Moinho da Juventude (bairro da Cova da Moura); promove a leitura e a escrita em estabelecimentos prisionais ("A cor das histórias"- DGLB/DGRSP e "Novas memórias do cárcere" - Guimarães 2012) e atualmente "Leituras em cadeia" (Laredo). É autor/ilustrador de literatura infanto-juvenil com obra publicada ("Pinok e Baleote"-PNL - Grácio editor, "Dacoli, Dacolá"-PNL- Grácio editor e "Rimas salgadas" - Grácio editor, escreveu a peça "Retratinho de Amílcar Cabral" (Teatro Mosca). Como contador de histórias representou o nosso país no "XVI Encuentro Internacional de Narración Oral" (Buenos Aires), participando ativamente no movimento de narração oral em Portugal. Formador na área da mediação cultural: Mediação leitora e Mediação de públicos com necessidades educativas especiais (FCG). Expôs recentemente na Galeria Appleton Square - "Troncos e Marés". Pintor contemporâneo representado em diversas coleções de arte particulares e institucionais em Portugal e no resto da Europa. Em 2014 funda a Laredo Associação Cultural, a cuja direção preside.